Categories Eleições 2018Política

Deputada Joice Hasselmann aposta todas as fichas em Doria e quebra a banca

Eduardo Negrão  

Deputada mais votada da historia do congresso, com de um milhão de votos e fiel ao seu estilo ousado, Joice Hasselmann, logo de cara, confrontou a cúpula do seu partido PSL em São Paulo ao apoiar o candidato do PSDB, João Doria. O ex-prefeito de São Paulo – derrotado na capital no primeiro turno pelo socialista Marcio França, renegado pela cúpula do seu próprio partido e vendo o terceiro colocado, Paulo Skaff, declarar apoio ao seu adversário, Dória vislumbrava um cenário tenebroso para o 2º turno.

Orientado por Joice, uma expert em redes sociais e comunicação, Doria colou sua imagem a do presidente eleito Jair Bolsonaro ignorando protestos de lideranças históricas do PSDB, como ex-presidente Fernando Henrique, o ex-governador de SP, Alckmin e o senador Jose Serra que sinalizaram um discreto apoio ao presidenciável do PT, Fernando Haddad. Levado por Joice, Dória foi ao Rio de Janeiro tentar um encontro com Bolsonaro que não se realizou mas dia seguinte rendeu uma sutil declaração de apoio do candidato do PSL. Foi o suficiente para incendiar o eleitorado bolsonarista em SP.

Apesar do adversário, Marcio França também contar com apoio de deputados do mesmo PSL, faltou-lhe a contundência para declarar apoio à Bolsonaro, fiel da balança na maioria das eleições estaduais. Foi assim no Rio d e Janeiro, Minas, Santa Catarina e no DF, onde virtuais desconhecidos venceram políticos experientes, pelo simples fato de declarem apoio ou proximidade com as propostas de Bolsonaro.

Muitos políticos vitoriosos no primeiro turno preferiram o descanso ou   a neutralidade mas fiel ao seu estilo arrojado, Joice Hasselmann, decidiu apostar todo seu capital político numa candidatura de alto risco e foi decisiva na vitória do, agora governador eleito, João Doria. Dois dias antes da eleição perguntei diretamente a deputada se ela aceitaria uma Secretaria, ela me respondeu ‘no ato’ que seu papel estava no congresso, em Brasília.

De qualquer forma a divida de João Doria com a youtuber é grande e se ela não pretende ocupar fisicamente uma secretaria, a liturgia política sugere que o ex-prefeito ofereça o espaço. Num campo de batalha onde quase todos seus aliados tradicionais lhe viraram as costas, Hasselmann assumiu a linha de frente – sendo fortemente atacada por esse gesto de coragem, se isso será reconhecido pelo novo governador do estado mais rico da federação? Com  a palavra, o governador eleito João Doria…

Eduardo Negrão é jornalista, consultor político e autor de Terrorismo Global (Scortecci, 2017).

About the author

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *